Os EUA veem sinais de progresso em negociação com Rússia sobre Síria

Secretários de Estado dos dois países discutem proposta que colocaria armas químicas do país árabe sob controle internacional

Por O Dia

Genebra -  Os Estados Unidos e a Rússia, que discutem uma proposta para a eliminação do arsenal químico sírio, estão "chegando a um acordo" sobre a dimensão dos materiais tóxicos em questão, disse uma autoridade dos EUA na sexta-feira.

As discussões em Genebra entre as equipes comandadas pelo secretário de Estado dos EUA, John Kerry, e o chanceler russo, Sergei Lavrov, iniciadas na quinta-feira, estão agora em um "ponto crucial", e serão retomadas no sábado, disse a fonte a jornalistas.

Kerry e Lavrov discutem detalhes de uma proposta russa, feita na semana passada, que colocaria as armas químicas da Síria sob controle internacional. Governo de Bashar al Assad seria poupado de sofrer uma ação militar dos EUA como punição por um suposto ataque com gás sarin contra civis em 21 de agosto - o qual Assad nega ter cometido.

Um primeiro passo importante será determinar a dimensão dos estoques sírios de armas químicas, como prelúdio para uma futura missão de inspeção, controle e destruição.

Kerry disse em depoimento nesta semana ao Congresso que os EUA estimam em cerca de mil toneladas o estoque sírio de agentes químicos.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência