Sacerdote católico sofre ataque com ácido na ilha de Zanzibar

Em agosto, duas jovens britânicas sofreram graves queimaduras ao serem atacadas de forma parecida

Por O Dia

Nairóbi - Um sacerdote católico foi atacado com ácido em Stone Town, a capital da ilha de Zanzibar na África, onde no mês passado duas jovens britânicas sofreram graves queimaduras ao serem atacadas de forma parecida, informou neste sábado a imprensa local.

Segundo o jornal tanzaniano "Daily News", o fato ocorreu na tarde de de sexta-feira, quando o sacerdote saía de uma cafeteria e foi atacado com o ácido por um grupo de homens. O sacerdote, que se encontra internado no hospital Mnazi Mmoja, sofreu ferimentos no rosto, braços, peito e coxas.

No dia 8 de agosto, duas britânicas de 18 anos foram atacadas da mesma forma na mesma cidade e sofreram graves ferimentos no rosto e no corpo. A ilha, que vive principalmente do turismo, foi cenário de vários ataques no último ano, incluído um com ácido cometido contra um clérigo muçulmano em novembro de 2012, e a morte por disparos de um sacerdote católico em fevereiro deste ano.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência