Pelo menos três fortes explosões sacodem centro comercial de Nairóbi

Número de vítimas "não está determinado", segundo ministro queniano, que situou pelo menos 59 pessoas mortas

Por O Dia

Nairóbi - Pelo menos três fortes explosões sacudiram nesta segunda-feira o centro comercial de Nairóbi tomado desde sábado por membros da milícia radical islâmica somali Al Shabab, segundo constatou a Agência Efe.

Uma grande coluna de fumaça preta foi vista saindo do centro Westgate, onde também foram ouvidos vários disparos e onde os terroristas ainda detêm um grupo de reféns.

Se desconhece, por enquanto, se esses fatos significam que o Exército queniano, que tem rodeado o edifício e conta com soldados no interior apoiados por agentes de serviços de inteligência internacionais, conseguiu finalmente render os terroristas, que mantêm vários reféns.

Fora da superfície comercial, era possível perceber também um agitado movimento de soldados fortemente armados que pareciam tomar posições, assim como a circulação de um veículo militar blindado.

Anteriormente, o ministro do Interior do Quênia, Ole Lenku, disse que entre 10 e 15 terroristas de Al Shabab permanecem no interior do centro comercial Westgate.

O número de civis que se encontram no interior do edifício "não está determinado", segundo o ministro queniano, que situou o número de vítimas mortais em 59, dez a menos do que os dados oferecidos pela Cruz Vermelha.

Além disso, um total de 175 pessoas permanecem hospitalizadas como resultado do ataque.

"Nossa prioridade é salvar vidas. Essa é a razão pela qual isto vai ser longo", ressaltou Lenku.

Nesse sentido, o inspetor geral da polícia queniana, David Kimaiyo, afirmou através de sua conta oficial na rede social Twitter que as forças de segurança tinham alcançado "resgatar mais reféns durante a noite".

"Restam poucos no interior. E também estamos nos aproximando dos terroristas", asseverou Kimaiyo.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência