Por julia.amin

Washinton - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e seu vice, Joe Biden, fizeram nesta sexta-feira uma inusitada caminhada até uma lanchonete na rua da Casa Branca, uma oportunidade para fotos destinadas a mostrar sua solidariedade com funcionários dispensados do trabalho por causa da paralisação do governo.

Obama também aproveitou o momento para responder a uma declaração embaraçosa de um alto funcionário da Casa Branca, não identificado, a qual os republicanos têm usado em seu favor na batalha para ver quem é o culpado pelo fato de centenas de milhares de servidores públicos serem obrigados a ficar de licença, sem receber proventos.

Obama compra sanduíche em loja perto da Casa Branca Reuters


Obama tem denominado o impasse sobre o Orçamento como "paralisação republicana" e vem buscando firmemente pôr a culpa no presidente da Câmara dos Deputados, John Boehner.

Mas nesta sexta-feira o jornal The Wall Street Journal afirmou que um alto funcionário da Casa Branca, não identificado no artigo, disse: "Nós estamos vencendo ... Realmente não importa pra nós por quanto tempo a paralisação vai durar porque o que importa é o resultado final."

Antes de comprar um sanduíche de salame da Taylor Gourmet, lotada de frequentadores da hora do almoço --turistas e funcionários de escritórios que ficaram surpresos-, Obama respondeu a uma pergunta gritada por um repórter sobre a citação de quem estava "ganhando".

"Não há vencedor quando famílias não têm certeza sobre se vão ser pagas ou não", disse Obama."Enquanto elas estiverem for a de serviço, ninguém está vencendo", disse Obama.

Você pode gostar