Por thiago.antunes

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez novo apelo ontem contra o bloqueio do orçamento federal, que paralisa vários serviços no país. “Vão e votem. Parem com esta farsa e ponham fim ao bloqueio agora”, disse em sua mensagem semanal na internet e no rádio, dirigindo-se aos parlamentares republicanos.

A falta de acordo entre republicanos e democratas sobre o orçamento paralisa desde terça-feira a administração americana e pode levar o país a uma moratória. A visitação a importantes monumentos, como a Estátua da Liberdade, está suspensa.

Obama pediu que republicanos 'parassem com farsa'Reuters

Para amenizar a crise, a Câmara, liderada por republicanos, aprovou projeto de lei que deve pagar retroativamente 800 mil trabalhadores temporários quando o ‘fechamento’ do governo terminar. A medida ainda vai passar pelo Senado, liderado pelos democratas. A Casa Branca disse que o presidente Barack Obama vai assinar a lei.

O presidente afirmou que não pagará “um resgate em troca da retomada da administração”. Ele se recusou a negociar com os republicanos, que propõem condições como a de estabelecer cortes no Orçamento do plano universal de saúde.

Você pode gostar