Por julia.amin

Detroit - Após uma série de escândalos, o ex-prefeito de Detroit, Kwame Kilpatrick, foi condenado, nesta quinta-feira, a 28 anos de prisão por corrupção. Segundo o parecer da justiça, Kilpatrick se beneficiou de milhares de dólares de forma irregular durante o período de 2002 a 2008. Ele também possuía um caixa dois de campanha.

Em março, o ex-prefeito foi condenado por fraude,chantagem evasão fiscal e extorsão devido a um esquema em que usava contratos da prefeitura para beneficiar aliados. Kilpatrick foi descoberto após ter suas mensagens de texto investigadas pela polícia. Ele tentava fazer um acordos para um amigo, Bobby Ferguson, um empreiteiro que ganhou milhões de dólares com serviços para o departamento de água. De acordo com a polícia, Fergunson dividia o dinheiro com o ex-prefeito.

Segundo os investigadores,Kilpatrick gastou US$ 840 mil além do seu salário durante o mandato como prefeito. A defesa justificou o gasto extra como doação de seus aliados políticos.

Você pode gostar