Por clarissa.sardenberg

Iêmen - Um homem-bomba matou pelo menos cinco soldados iemenitas em um suposto ataque militante a uma base militar no sul do país nesta sexta-feira, disse um oficial militar do Iêmen. Outros militantes atacaram soldados na base com metralhadoras e lançadores de granadas e 15 soldados ficaram feridos no confronto.

Militantes ligados à Al Qaeda na Península Arábica (AQPA) intensificaram os ataques a instalações militares do Iêmen, Estado aliado aos EUA que tem uma extensa fronteira com a Arábia Saudita, maior exportador de petróleo do mundo, e flanqueia importantes rotas marítimas.

Segundo autoridades, o homem-bomba dirigia um carro cheio de explosivos e os detonou no portão da base militar em Ahwar, uma área na província de Abyan.

Não há informações sobre vítimas entre os militantes, mas de acordo com uma fonte militar, o combate ainda acontece.

Testemunhas locais disseram que um helicóptero, aparentemente do Exército do Iêmen, circulava os arredores.

A AQPA é tida pelos Estados Unidos como uma das ramificações mais ativas da rede militante Al Qaeda, representando uma séria ameaça aos interesses do Ocidente, incluindo ao trânsito de navios petroleiros no Mar Vermelho, Golfo de Áden e Mar Arábico.

Você pode gostar