Homem é preso com explosivos em ônibus que se dirigia a Moscou

Ele está sendo acusado de 'tráfico ilegal de armas e munição', disse porta-voz do governo russo

Por O Dia

Rússia - A polícia da Rússia prendeu um homem que transportava 800 gramas de explosivos e uma granada de mão a bordo de um ônibus de passageiros que se dirigia a Moscou, informou nesta sexta-feira o Ministério do Interior do país.

O homem, de 30 anos, foi detido ontem no quilômetro 458 da rodovia Astrahan-Stavropol, a cerca de 1,4 mil quilômetros da capital russa, afirmou um porta-voz do Ministério, citado pelas agências russas.

O governo acrescentou que o ônibus de passageiros no qual o homem foi detido fazia a rota entre as cidades de Neftekumsk e Moscou.

Polícia russa prendeu homem que carregava explosivos em ônibus que se dirigia para MoscouEfe

O homem, cuja identidade não foi revelada, levava consigo nove bananas de TNT, com um peso total de 800 gramas e uma granada de mão F-1. Ele está sendo acusado de "tráfico ilegal de armas e munição".

A detenção aconteceu quatro dias depois do atentado terrorista suicida em um ônibus de transporte público em Volgogrado (antiga Stalingrado), no sul da parte europeia da Rússia, que causou seis mortes e deixou 55 feridos.

As autoridades do país identificaram a autora do ataque suicida como Naida Ahiyalova, de 30 anos, oriunda da república do Daguestão.

Segundo o Comitê Nacional Antiterrorista da Rússia, a mulher tinha se convertido recentemente ao islã e era esposa de um líder da guerrilha que atua no Cáucaso Norte, o russo Dmitri Sokolov.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência