Por joyce.caetano

Itália - O criminoso de guerra nazista Erich Priebke foi enterrado secretamente em um túmulo anônimo num cemitério no interior de um complexo prisional da Itália, informou nesta quinta-feira um jornal italiano.

Túmulo foi marcado por uma simples cruz de madeira, sem nenhum nomeReprodução Internet

Segundo o diário La Repubblica, o caixão do homem condenado por uma das maiores atrocidades do tempo da guerra na Itália foi levado de um aeroporto militar e enterrado no mês passado na parte de uma prisão de nome não revelado.

O jornal afirmou que o túmulo foi marcado por uma simples cruz de madeira, sem nenhum nome, mas apenas com um número para que membros da família possam identificá-lo. O cemitério da prisão estava abandonado havia anos e coberto de mato, de acordo com o diário.

O advogado de Priebke não respondeu a diversos pedidos feitos por telefone para comentar ao caso. As autoridades italianas também não falaram sobre o assunto.

O ex-oficial da SS morreu no mês passado aos 100 anos , em Roma, onde passou seus últimos dias sob prisão domiciliar por seu papel na matança de 335 civis nas Fossas Ardreatinas, em Roma, 1944.

A Igreja Católica se negou oficiar uma missa fúnebre e nem a Itália nem a Alemanha, onde ele nasceu, quiseram sepultar o corpo, temendo que o local pudesse se transformar em local de peregrinação de neonazistas.

Você pode gostar