Por adriano.araujo

Rio - Manter uma posição incorreta ao dirigir pode causar sérios prejuízos ao corpo. Especialistas alertam que o risco se agrava com os engarrafamentos, já que o impacto repetitivo causa dores na coluna e até doença crônicas. A estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que 80% da população tenham problemas lombares um dia: erros de postura causam a maioria das ocorrências.

“Alguns problemas são provocados por movimentos de torções da cervical que o motorista faz quando os espelhos retrovisores estão mal posicionados e a regulagem do volante e do banco está inadequada”, alerta o fisioterapeuta Giuliano Martins, diretor regional da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna. Também é recomendado que a região lombar fique completamente apoiada no encosto. “Coluna ereta é o básico”, frisa o ortopedista Ilídio Pinheiro.

Postura errada ao volante pode causar sérios danos à coluna. Clique para ver gráfico completoArte%3A O Dia

De acordo com o médico, por causa da sobrecarga dos discos intervertebrais, a lombar é a região mais afetada. “A coluna é uma pilha vertical. Qualquer força que exerça sobre ela, vai afetar a parte inferior”, explicou, ressaltando que o quadro se agrava entre indivíduos acima do peso. “Se a carga é maior, o corpo sofre mais”, disse. A causa é apontada pelo desequilíbrio entre as musculaturas abdominal e lombar.

Os primeiros sintomas de problemas na postura são formigamentos e dores em braços e pernas. Eles tendem a evoluir para problemas como escoliose (desvio da curvatura da coluna) e dores lombares e cervicais. “As complicações podem ser corrigidas em estágio inicial, mas se agravam se não tratadas corretamente e a postura não for corrigida”, afirma Giuliano. Em casos mais graves, o paciente pode desenvolver hérnia e abaulamento (fissura) de disco.

Além de as costas e a região lombar terem de ficar totalmente apoiadas no banco, a cabeça precisa ser mantida na altura do encosto. As pernas devem formar ângulo de 90 graus com o corpo, joelhos levemente dobrados e alinhados à altura dos quadris, ou ligeiramente acima. Já as mãos não podem ficar muito elevadas, para evitar tensão nos ombros. Cotovelos têm de ficar levemente flexionados, garantindo liberdade de movimentos.

Você pode gostar