Acidente de ônibus mata 29 pessoas na África do Sul

'Essa sangria precisa parar. É inaceitável', afirmou presidente em comunicado

Por O Dia

África do Sul - Um total de 29 pessoas morreu e outras 8 ficaram gravemente feridas em um acidente de ônibus na noite desta segunda-feira, na província sul-africana de Mpumalanga (leste do país), segundo informou nesta terça  a agência local de notícias Sapa.

O acidente aconteceu quando um caminhão bateu no ônibus, que estava parado na calçada. "O motorista do caminhão não viu o ônibus e quando viu já era tarde demais", explicou o governador de Mpumalanga, David Mabuza.

No acidente, 26 pessoas morreram na hora. Os três restantes morreram ao chegar ao hospital. A empresa de ônibus Putco confirmou que o ônibus era seu e que o motorista do veículo está entre os mortos.

No acidente, 26 pessoas morreram na hora. Os três restantes morreram ao chegar ao hospital Efe

O diretor da Putco, Franco Pisapia, declarou que "foi aberta uma investigação para definir a causa do acidente", e garantiu "total cooperação" da empresa com as autoridades para esclarecer o ocorrido.

A colisão aconteceu na estrada de Moloto, na altura da cidade de Kwaggafontein.

Por sua vez, o presidente do país, Jacob Zuma, lembrou que a estrada de Moloto é conhecida por seu alto número de acidentes: "Essa sangria precisa parar. É inaceitável.", afirmou em comunicado.

O motorista do caminhão recebeu 22 acusações por homicídio. Segundo dados do Ministério de Transportes, 38 pessoas morrem por dia nas estradas sul-africanas.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência