Por joyce.caetano
Flórida - Um cometa que deixou os limites do sistema solar há mais de 5,5 milhões de anos vai passar perto do sol nesta quinta-feira, tornando-se visível no céu da Terra nas próximas semanas se sobreviver.
"Há três possibilidades quando o cometa passar em volta do sol", disse Donald Yeomans, gerente da Nasa, a agência espacial norte-americana, em entrevista ao site do órgão.
Publicidade
"Ele pode ser resistente o suficiente para sobreviver à passagem e consistir num objeto brilhante e visível a olho nu", afirmou.
A segunda possibilidade é a gravidade do sol romper o cometa.
Publicidade
"Contanto que haja pedaços, poderemos ver alguma coisa", declarou Carey Lisse, cientista do Laboratório de Física Aplicada Johns Hopkins, em teleconferência na terça-feira.
A terceira opção é o cometa ser muito fraco e virar poeira. "É difícil prever exatamente o que vai acontecer", afirmou Lisse. "Como um apostador, eu acho que ele não vai sobreviver", acrescentou.