Por joyce.caetano
Foto postada por Luca Cesar com equipamento de snowboardReprodução Internet

Canadá - A família de Luca Marcondes Cesar, que morreu na sexta-feira em Vancouver (Canadá) num acidente enquanto praticava snowboard, pretende cremar o corpo do jovem no país, no qual fazia intercâmbio cultural. De acordo com familiares, a tramitação para o traslado do corpo ao Brasil "aumentaria a dor da família".

De acordo com informações do Consulado-Geral do Brasil em Vancouver, a cremação é um processo muito mais rápido do que o transporte do corpo, que exigiria uma série de documentos e a chancela de autoridades em nível local e nacional.

O acidente aconteceu na montanha Grouse, um local reconhecido pela prática de esportes de neve. "Infelizmente, ele saiu da trilha principal e caiu cerca de 9 metros, atingindo uma árvore", disse o policial Richard De Jong.

O jovem foi declarado desaparecido pelos amigos logo após o ocorrido, mas o corpo foi encontrado cinco horas depois.

As causas do acidente não foram esclarecidas pela autoridades, mas acredita-se que o brasileiro possa ter feito alguma manobra brusca ou ainda que estivesse descendo a montanha numa velocidade superior à média.

Você pode gostar