Por bianca.lobianco

Moscou (Rússia) - Um tribunal de Moscou condenou nesta terça-feira a seis anos de prisão o bailarino Pavel Dmitrichenko por ser o mandante do ataque contra o diretor do Balé Bolshoi, Serguei Filin. O diretor praticamente cego por causa da agressão com ácido.

Os cúmplices de Dmitrichenko, Yuri Zarutski, autor do ataque, e Andrei Lipatov, que o ajudou na ação, foram condenados a dez e quatro anos de prisão, respectivamente. A juíza Elena Maxima afirmou que o tribunal considerou comprovado que Dmitrichenko, Zarutski e Lipatov conspiraram para agredir Filin em janeiro deste ano. 

Pavel Dmitrichenko é ex-solista do balé Bolshoi Reuters


Você pode gostar