Morre estudante ferida durante tiroteio em escola dos Estados Unidos

Jovem de 17 anos levou tiro no rosto no último dia 13 após invasão da Arapahoe High School; suspeito se matou

Por O Dia

Claire Davis foi baleada no rostoDivulgação

Estados Unidos - Claire Davis, uma estudante que levou um tiro no rosto de um jovem na sexta-feira durante um tiroteio em Arapahoe High School, morreu neste sábado à noite, informou o hospital onde estava internada.

A jovem de 17 anos estava hospitalizada em estado crítico. Amigos e simpatizantes chegaram a postar orações online e tentaram levantar dinheiro para ajudar a pagar por seus cuidados médicos.

Claire foi a única pessoa ferida por Karl Pierson, 18 anos, que, segundo a polícia, queria se vingar da escola por ter sido punido por um professor de debate no começo do ano.

Armado com uma pistola e muita munição, uma machete e três coquetéis molotov, Pierson, segundo a polícia, invadiu a escola buscando um professor que a mídia local identificou como o bibliotecário da escola e líder da equipe de debates Tracy Murphy.

Isso aconteceu a apenas 13 quilômetros de um dos maiores massacres escolares da história dos Estados Unidos, no colégio de Columbine, onde dois estudantes armados mataram 13 colegas e funcionários antes de suicidarem, em 1999.

Em Arapahoe, o suspeito cometeu suicídio quando um delegado armado o emboscou na biblioteca. Passaram-se 80 segundos do momento no qual Pierson entrou na escola, atirando para todos os lados e armando um dos explosivos, até que ele terminou com sua própria vida. Davis estava "no lugar errado, na hora errada" quando Pierson atirou nela. Estava sentada com uma amiga no lado de fora da biblioteca, segundo Robinson.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência