Por helio.almeida

Síria - Pelo menos 301 pessoas morreram na cidade síria de Aleppo e seus arredores, entre elas 87 menores, em bombardeios das forças do regime de Bashar al Assad nos últimos oito dias, denunciou nesta segunda-feira à Agência EFE o diretor do Observatório Sírio de Direitos Humanos, Ramy Abderrahman.

Além disso, entre as vítimas há trinta mulheres e trinta combatentes rebeldes, acrescentou. Os ataques ocorreram entre a manhã do dia 15 até a madrugada desta segunda-feira.

Barris de explosivos foram lançados ontem em uma estrada%2C perto de um mercado e no bairro de Hanano%2C ao leste da cidade de AlepoReuters

Abderrahman disse que os bombardeios ocorreram em zonas que estão sob controle rebelde.

Durante a jornada de ontem, pelo menos 43 pessoas, entre elas seis menores de idade, perderam a vida em um ataque contra o bairro de Masaken Hanano, em Aleppo.

Pelo menos 12 combatentes da oposição morreram em bombardeios nesse distrito, em Ahmadiya e na localidade de Al Haidariya.

Mais de 100 mil pessoas morreram desde o início do conflito na Síria, em março de 2011, número que o Observatório elevou recentemente para mais de 125 mil.

Você pode gostar