Por julia.sorella

Rio - A partir desta sexta-feira, o Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer (IEC) terá uma Sala Híbrida, um espaço que reune a sala cirúrgica com um aparelho de ressonância magnética. A tecnologia vai permitir a realização de exames de ressonância durante as cirurgias, com o paciente ainda na mesa de operação. Com a Sala Híbrida, os cirurgiões podem tirar dúvidas através do exame durante os procedimentos nos pacientes.

O novo espaço será usado para a realização de cirurgias de tumores cerebrais, que correspondem atualmente a 70% dos atendimentos do instituto, e algumas cirurgias de epilepsia, entre outros procedimentos na área de neurocirurgia. Quando não for preciso o uso da aparelho durante a cirurgia ele será utilizado para os outros pacientes da unidade.

"A sala será um diferencial para quem é atendido aqui e para a Medicina do estado. Vamos conseguir oferecer tratamento para patologias mais difíceis e complexas", afirmou o neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho.


Você pode gostar