Centenas ficam feridos em festas de Ano Novo na Argentina

Em Buenos Aires, 67 pessoas foram atendidas nas últimas 24 horas por queimaduras relacionadas com pirotecnia

Por O Dia

Argentina - Uma pessoa morreu e mais de 120 ficaram feridas, a maioria com queimaduras, na virada do ano na Argentina, segundo informaram autoridades nesta quarta-feira. Em Buenos Aires, diversas pessoas deram entrada nos hospitais por problemas derivados do mal uso de fogos de artifício.

No total, 67 pessoas foram atendidas na capital argentina nas últimas 24 horas por queimaduras relacionadas com a pirotecnia ou por lesões nos olhos provocadas pelo estilhaço de garrafas de champanhe. Na cidade de Rosário, 45 ficaram feridos durante as comemorções, entre eles 18 vítimas de ferimentos à bala, 14 feridos por arma branca e 13 por pirotecnia.

Também foram registrados feridos pelo uso de artefatos pirotécnicos nas províncias setentrionais de Salta (11) e Catamarca (5).

Os feridos mais graves são pessoas com lesões oculares que precisarão de cirurgia, "um deles de 15 anos e outro, de 18 anos, com explosão do globo ocular", informou o chefe de guarda do hospital oftalmológico Pedro Lagleyze, Marcelo Oliveri.

No Hospital del Quemado, um jovem de 18 anos foi atendido após perder um pedaço da mãos por conta da explosão de fogos de artifício, afirmou a diretora do centro, Miriam Miño.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência