Presidente da França ameaça processar revista por matéria sobre romance

François Hollande diz que suposto caso entre ele e a atriz Julie Gayet é um 'ataque ao direito à privacidade'

Por O Dia

França - O presidente da França, François Hollande, afirmou que considera processar uma revista depois de ela alegar que ele tem um caso secreto com a atriz Julie Gayet. Hollande descreveu a informação como um "ataque ao direito à privacidade".

Revista alega que o presidente da França%2C François Hollande%2C tem um caso secreto com a atriz Julie GayetDivulgação


A edição desta semana do tabloide Closer traz sete páginas de revelações e fotos sobre o suposto caso entre Hollande e Gayet, uma estabelecida atriz de televisão e cinema de 41 anos que participou de mais de 50 filmes. Ela também já apareceu em um dos anúncios de TV da campanha de Hollande.

Rumores da suposta relação circulam há meses na internet. Em março, a atriz apresentou uma queixa a promotores em Paris contra vários blogueiros e sites que vinham espalhando os rumores. À época, seu advogado disse que não havia base para as alegações. Gayet ainda não comentou a reportagem da revista Closer.

O presidente Hollande nunca se casou. Atualmente sua companheira oficial é a jornalista Valérie Trierweiler. A relação entre Hollande e Valérie também começou com um romance secreto, em 2006, quando o político socialista ainda estava junto com a então candidata presidencial Ségolène Royal, mãe de seus quatro filhos. 

Hollande afirmou à France Presse que ele, "assim como qualquer outro cidadão, tem direito à privacidade".

Em uma declaração feita pessoalmente, e não por meio de seu gabinete, como seria de praxe, o presidente francês afirmou que "consiverava uma possível ação, incluindo a judicial", contra a Closer. Em nenhum momento, porém, Hollande negou que tenha um caso com a atriz.

A edição impresa da revista foi lançada na sexta-feira e mostra fotos que, diz, apoiam rumores de que o presidente de 59 anos passa rotineiramente noites com Gayet em um apartamento não distante do Palácio do Eliseu. As fotos supostamente mostram o par chegando separadamente ao local. Um homem com capacete, que a revista identifica como sendo Hollande, chega em uma moto dirigida por outra pessoa.

Segundo a revista, os seguranças do presidente chegaram na manhã seguinte para entregar croissants.

A revista Closer já desafiou no passado as rígidas leis de privacidade da França - que tornam uma ofensa criminal publicar informação sobre vida de uma pessoa sem sua permissão expressa. Ela atraiu a indignação da família real britânica ao publicar fotos da Duqueza de Cambridge fazendo topless ao tomar sol durante suas férias na França em setembro de 2012.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência