Por fernanda.magalhaes

Moscou (Rússia) - As autoridades russas anunciaram nesta sexta-feira que permitirão a realização de manifestações políticas durante os Jogos Olímpicos de Inverno deste ano, sediados em Sochi, apenas no distrito de Khosta, a 20 quilômetros do balneário do MarNegro.

"No meu ponto de vista, é um lugar bastante cômodo para a realização de qualquer tipo de ato político", afirmou o vice-primeiro-ministro russo, Dmitri Kozak, citado pelas agências de notícias locais.

"Os Jogos Olímpicos são um acontecimento apolítico. Não é um evento para realizar protestos e defender posições políticas. As forças de segurança foram instruídas para garantir a ordem caso aconteçam essas manifestações", acrescentou Kozak.

Khosta é um distrito de 20 mil habitantes no município de Sochi e fica entre a sede olímpica e a cidade de Adler.

Recentemente, o presidente russo, Vladimir Putin, assinou um decreto que libera a realização de manifestações e comícios apenas com a autorização da Prefeitura de Sochi, do Ministério do Interior e do Serviço Federal de Segurança (FSB, antigo KGB). Além disso, encarregou as forças de segurança de encontrarem um lugar para que esses atos sejam feitos sem influenciar nas competições.


Você pode gostar