Por tamara.coimbra

Inglaterra - Mulher britânica alega que sofreu negligência profissional, e tentou processar seus antigos advogados. Jane Mulcahy relatou que seus advogados não avisaram que se ela finalizasse o divórcio acabaria oficialmente seu casamento.

Jane alegou ainda que os profissionais deveriam levar em conta sua fé e recomendar a separação judicial, como uma alternativa para a ação. A Igreja Católica Romana argumentou que os profissionais deveriam ter explicado claramente que o divórcio iria encerrar seu casamento.

As ações, contra duas empresas de advogados, haviam sido rejeitadas pelo tribunal, mas a britânica recorreu contra alguns aspectos do caso. Porém, ele foi novamente rejeitado.

Outro caso

No Kuwait, com apenas uma semana de casamento uma mulher pediu o divórcio depois de descobrir que seu marido prefere usar pão, em vez de talher, para comer ervilhas. Ela afirmou que não poderia conviver mais assim, devido a falta de etiqueta.

Britânica processa advogados, por não querer o fim do casamentoDivulgação


Você pode gostar