Fazer sexo todos os dias melhora a atividade cerebral

Nascimento de neurônios e proteção da memória estão na lista de vantagens

Por O Dia

Rio - Novo item na lista de benefícios do sexo: o aumento da capacidade do cérebro. Pesquisas feita por americanos e sul-coreanos divulgadas nesta quarta-feira revelam que a prática favorece o nascimento de neurônios e aumenta a função cognitiva.

Um dos estudos, conduzido por psiquiatras da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, avaliou ratos e camundongos que tiveram relações diárias durante uma hora e meia. O ato aumentou o número de neurônios no hipocampo, local onde a memória é gerada.

As cobaias, que eram de meia-idade, apresentaram cérebro equivalente ao de um animal jovem. Quando a atividade sexual era interrompida, o progresso cerebral também era encerrado. A outra pesquisa, da Universidade Kontuk, na Coreia do Sul, concluiu que o sexo previne os efeitos negativos do estresse na mente.

O mal afeta diretamente a criação de novos neurônios, e o ato sexual foi capaz de reverter o problema. Mas assistir a cenas de pornografia pode comprometer a memória e a capacidade de fazer atividades ao mesmo tempo.

Neurologista do Hospital das Clínicas de Porto Alegre, Renata Londero, explica que boas taxas de vitaminas e poucos radicais livres no organismo favorecem o surgimento dos neurônios. “O cortisol, liberado no estresse, atrasa a formação dos neurônios e prejudica o amadurecimento deles”, diz.

Jorge José Serapião, da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do Rio de Janeiro, lembra que, para ser benéfico, o sexo deve envolver carinho, cumplicidade e reconhecimento dos parceiros. “Tudo isso afeta positivamente o sistema nervoso”.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência