Por clarissa.sardenberg
Estados Unidos - O incêndio declarado nesta quinta-feira no município de Glendora, no condado de Los Angeles, deixou de avançar e já está controlado em 30%, por isso foram suspensas as ordens de evacuação em algumas áreas depois que 3,7 mil moradores tiveram que deixar suas casas.
O fogo, que começou na madrugada desta quinta-feira, destruiu 1.700 acres, deixando algumas pessoas feridas e danificando dezenas de edifícios, segundo os bombeiros do condado de Los Angeles em sua última entrevista coletiva.
Publicidade
Três jovens com entre 21 e 23 anos foram detidos por suposto envolvimento com o incêndio, depois que os moradores relataram terem visto três suspeitos deixando o local do incidente.
Fogo destruiu 1.700 acres, deixando algumas pessoas feridas e danificando dezenas de edifíciosReuters

Os detidos se encontram na prisão de Glendora e uma fiança de US$ 20 mil por pessoa foi imposta.

Um deles se desculpou à polícia por estar por trás da origem do incidente que, segundo ele mesmo relatou, começou quando o vento espalhou as chamas de uma fogueira que tinham feito quando acampavam em um local não autorizado.

Foi um morador quem alertou às autoridades sobre a existência de um incêndio pouco depois que este foi declarado, o que permitiu evitar que os danos fossem maiores. Mesmo assim, durante o amanhecer a situação era considerada "aterrorizadora" pelo prefeito de Glendora, Joseph A. Santoro.

O incêndio, o mais grave em Glendora desde 1968, obrigou a declaração do estado de emergência e o envio de mais de 600 bombeiros que contaram com apoio de vários helicópteros e aviões-tanque.
Publicidade
Os ventos diminuíram na noite desta sexta, o que contribuiu para o controle do incêndio, no entanto, as previsões meteorológicas para a sexta-feira mantêm em alerta às autoridades, devido aos baixos índices de umidade relativa do ar e à possibilidade de fortes ventos.