Chuvas destroem e matam no norte da Itália e sul da França

Na França, 150 pessoas foram evacuadas e na Itália, 600

Por O Dia

Itália - Um temporal fez, pelo menos, duas vítimas fatais no sul de França e obrigou as autoridades a retirar 150 pessoas da região de Var, entre Marselha e Cannes, e alojá-las em centros de acolhimento nesta segunda-feira.

As inundações provocadas por uma chuva anormal – 150 e 200 mm em menos de 48 horas – causaram sérios danos materiais.

>>> GALERIA: População sofre com alagamentos na Europa

Um homem retira o que sobrou do temporal no quintal de sua casa, na França. 150 foram evacuadasEFE

Para alguns foi um momento de terror. “Estou em choque, nunca tinha visto. Não sabia se havia de ir ou ficar, por que a corrente era forte. Esta noite não consegui dormir, ainda estou a tremer”, diz uma vítima.

O primeiro-ministro francês Jean-Marc Ayrault sobrevoou as zonas mais afetadas, prometeu declarar o estado de catástrofe natural e ajuda aos mais afetados.

A vizinha Itália também não escapou. As fortes chuvas provocaram a morte de uma pessoa e o desaparecimento de outra.

Igreja local completamente isolada pelas águas da chuva em Módena, ItáliaEFE


As zonas mais afetadas foram as regiões da Emilia Romagna e da Ligúria. Pelo menos 600 pessoas foram obrigadas as abandonar as suas casas.

Mas a tragédia poderia ter sido bem pior. Um comboio cheio de gente quase caiu de um barranco em direção ao mar depois de perder a direção devido ao desmoronamento de terras.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência