Filha de magnata de Hong Kong pede compreensão ao pai sobre sua sexualidade

'Só espero que ela tenha um bom casamento e filhos que herdem meus negócios', alega o milionário Cecil Chao

Por O Dia

Japão - Gigi Chao, a filha lésbica do magnata de Hong Kong que ofereceu US$ 65 milhões ao homem que "a conquistar", escreveu uma carta aberta a seu pai, Cecil Chao, na qual lhe pede que a aceite como é. Na carta, publicada pelo jornal "South China Morning Post" e na qual Gigi se dirige a Chao como "querido papaizinho", a ativista lembra que já tem uma parceira estável, Sean Eav, com a qual se casou em 2012.

"Não te peço que sejam melhores amigos, apenas significaria muitíssimo para mim se pudesse não ter tanto medo dela e tratá-la como um ser humano normal e digno".

"Estou orgulhosa da minha vida e não escolheria vivê-la de nenhuma outra maneira. Sinto ter feito você acreditar que vivia uma relação homossexual só porque faltavam homens adequados em Hong Kong. Há muitos homens que valem a pena, só não são para mim", acrescenta.

No texto publicado nesta quarta-feira, Gigi diz esperar que sua carta sirva para esclarecer alguns "mal-entendidos" e reconhece que o comportamento de seu pai é estranho quando Eav está perto. "As tentativas de papai de encontrar um marido para mim o leva a não ver Sean como qualquer outra pessoa, e isso é muito duro para ela", acrescentou.

Gigi Chao pede ao pai%2C o magnata Cecil Chao%2C que aceite como ela éReuters


A filha do milionário publica a carta depois que seu pai dobrou sua oferta para que um homem se case com Gigi para US$ 65 milhões.

Aos 33 anos, Gigi Chao sugeriu, após as declarações de seu pai, que "ficaria feliz em ser amiga de qualquer homem que desejar doar grandes quantidades de dinheiro" a sua "organização de caridade Faith in Love ("Fé no amor"), se não se importar com o fato de que já tem uma esposa". Em entrevista ao jornal malaio "Nanyang Siang Pau" em 20 de janeiro, o milionário Cecil Chao Sze-tsung lamentou que, embora sua oferta inicial em 2012 atraiu mais de 20 mil candidatos, "nenhum ganhou o coração de Gigi".

Apesar de sua iniciativa, o milionário alegou não querer "se intrometer na vida privada" da filha. "Só espero que ela tenha um bom casamento e filhos que herdem meus negócios". Gigi é diretora-executiva na companhia imobiliária de seu pai, Cheuk Nang, e passa muito tempo dedicada a atividades de caridade como fundadora da "Faith in love", que trabalha para combater a pobreza nas regiões mais pobres do continente asiático.

Gigi Chao também é uma conhecida ativista dos direitos dos LGBT, além de sócia fundadora do grupo "Big Love Alliance", de mesmo objetivo, com advogados e celebridades de Hong Kong.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência