Por fernanda.magalhaes

Reino Unido - A atriz britânica Elizabeth Hurley recorrerá à justiça contra as afirmações de meios de comunicação dos Estados Unidos que dizem que a ex-namorada de Hugh Grant teve uma "aventura" com o ex-presidente americano Bill Clinton.

As afirmações, que além de falsas foram qualificadas por Liz de "ridicularmente tolas", foram publicadas em meios de comunicação digitais nos Estados Unidos.

Segundo Liz publicou nesta quarta-feira em sua conta no Twitter, trata-se de histórias "incertas".

"As histórias ridicularmente tolas sobre mim e Bill Clinton. Totalmente incertas. Já estão em mãos dos meus advogados", assinalou a atriz e também modelo em um tweet.

O jornal britânico Daily Mail divulgou fotos da atriz e o ex-presidente juntosReprodução / Daily Mail

Ao longo de sua carreira, Hurley, que emprestou sua imagem à casa de cosméticos Estée Lauder, participou de dois filmes da trilogia de Austin Powers (em 1997 e em 1999), de "Meu marciano favorito" (1999) e na comédia "Endiabrado" (2000).

A atriz ficou mundialmente conhecida após acompanhar seu então namorado, Hugh Grant (com quem se relacionou por mais de dez anos e continua amiga), na estreia do filme "Quatro casamentos e um funeral" (1994), vestida com um chamativo modelo do falecido designer italiano Gianni Versace.

Este vestido foi o responsável pela transformação de "Liz" Hurley em uma presença habitual na imprensa e um rosto cobiçado por costureiros de todo o mundo.


Você pode gostar