Holanda abre museu para contar os segredos do Bairro da Luz Vermelha de Amsterdã

Acervo mostra a vida das prostitutas por trás das vitrines em que esperam por clientes no famoso bairro holandês

Por O Dia

Holanda - Na cidade holandesa de Amsterdã, milhares de turistas aproveitam o início da noite para descer as ruas do Bairro da Luz Vermelha e admirar as garotas de programa que, em busca de clientes, se exibem em vitrines vestindo lingerie. É para mostrar um pouco mais da vida dessas mulheres que a capital da Holanda inaugura nesta quinta-feira o Segredos da Luz Vermelha: Museu da Prostituição, localizado em Oudezijds Achterburgwal 60-62, no centro do bairro.

Será o primeiro museu com este conceito no mundo. Ao entrarem, os curiosos podem ver um curta-metragem mostrando as muitas pessoas que trabalham com as prostitutas em suas respectivas funções: limpando e fazendo pequenos reparos em seus quartos, lavando suas roupas ou lhes entregando bebidas e alimentos nos intervalos do trabalho.

Há também uma escola primária no centro do Bairro da Luz Vermelha, bem perto das vitrines. Em uma das cenas do vídeo, uma prostituta de meia-idade vestida com couro vermelho recebe à tarde a visita da filha do ensino fundamental.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência