Por leonardo.rocha

Kiev - O Serviço de Segurança da Ucrânia (SSU) anunciou neste sábado a abertura de uma investigação por ameaçar o início de um ato terrorista contra o ucraniano que sequestrou nesta sexta-feira um avião de passageiros que viajava para Istambul.

O passageiro pediu para o avião seguir rumo à cidade russa de Sochi, onde ontem aconteceu a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno, disse em entrevista coletiva o chefe do Comitê de Instrução, do SSU, Maxim Lenko.

O passageiro, um ucraniano que atuou sob efeito do álcool, pretendia ter acesso à cabine do piloto do avião, da companhia turca Pegasus, durante o voo que cobria a rota entre a cidade ucraniana de Kharkov e Istambul, informou a rede "CNNTürk".

Após uma hora de tensa espera no aeroporto de Sabiha Gökçen, na parte asiática de Istambul, o frustrado sequestrador foi neutralizado e se entregou às forças de segurança, que o levaram para a delegacia para realizar um interrogatório, e os 110 passageiros do avião puderam desembarcar.

Você pode gostar