EUA: Ex-soldado condenado por estuprar iraquiana e matar sua família se enforca

Menina estuprada e morta por Green tinha 14 anos. Criança de 6 anos estava entre os três parentes dela que ele assassinou

Por O Dia

Estados Unidos - Um médico legista disse que um ex-soldado se enforcou em um presídio federal onde cumpria uma sentença de prisão perpétua por estuprar e matar uma adolescente iraquiana e usar uma espingarda para assassinar sua família.

O ex-soldado que se enforcou na prisãoReuters

Eric Peters, médico legista do condado de Pima, Arizona, afirmou que uma autópsia realizada na terça-feira concluiu que a causa da morte de Steven Dale Green, 28, foi suicídio por enforcamento. Funcionários prisionais o encontraram no sábado numa penitenciária federal de segurança máxima de Tucson, no Arizona.

Condenado em 2009, Green de Midland, Texas, era um soldado da 101ª Divisão Aérea baseada no Forte Campbell quando foi enviado ao Iraque.

Green e outros três soldados foram para a casa em Mahmoudiya em março de 2006. Green matou três membros da família al-Janabi, incluindo uma criança de seis anos, antes de se tornar o terceiro soldado a estuprar Abeer Qassim al-Janabi, de 14 anos. Ele, então, a matou a tiros.

Os outros soldados que participaram do ataque foram condenados a penas de cinco a cem anos de prisão.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência