Presidente ucraniano declara luto nacional pelas vítimas dos confrontos

Viktor Yanukovich fez do dia 20 de fevereiro dia de luto nacional na Ucrânia pelos 26 mortos nos protestos

Por O Dia

Ucrânia - O presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich, declarou um dia de luto nacional, que será cumprido nesta quinta-feira, por causa das 26 mortes registradas nos violentos confrontos da noite de quarta em Kiev.

"Devido às vítimas dos distúrbios maciços, disponho a declarar o próximo 20 de fevereiro como um dia de luto nacional na Ucrânia", afirmou o líder ucraniano em decreto.

O presidente da Ucrânia%2CViktor Yanukovich Reuters

Segundo o documento, as bandeiras colocadas nas sedes das instituições estatais deverão ser içadas a meio mastro, enquanto ficará proibida a emissão de programas de entretenimento, shows e competições esportivas.

A violência no centro de Kiev, que também deixou dezenas de feridos de ambos os lados, foi iniciada durante uma passeata de milhares de manifestantes em direção à Rada Suprema (Parlamento ucraniano), justamente depois de ter entrado em vigor a anistia de todos os detidos nos protestos dos últimos três meses.

Os confrontos começaram no momento em que as forças de segurança tentaram impedir a passagem da passeata opositora, que, por sinal, exigiam a restituição da Constituição de 2004, uma ação que limitaria os poderes do presidente. A partir daí, os agentes perderam o controle da situação e os confrontos se generalizaram.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência