Austrália desmantela rede de tráfico que usava estudantes brasileiros como mulas

Desde novembro de 2012, 16 cidadãos do País foram presos ao tentar entrar na Austrália com cocaína escondida em maletas

Por O Dia

São Paulo - A polícia australiana fechou na quarta-feira uma grande operação para pôr fim a uma rede de tráfico de drogas que usava estudantes brasileiros para transportar cocaína para a Austrália pelos aeroportos de Sydney e Brisbane em voos em direção a Gold Coast, em Queesland.

Desde o lançamento da operação policial, em novembro de 2012, foram realizadas 23 prisões, incluindo a de 16 estudantes brasileiros, e apreendidos mais de 14 quilos de cocaína no valor estimado de US$ 5 milhões.

De acordo com autoridades citadas por jornais australianos, os estudantes brasileiros foram recrutados para contrabandear a cocaína para a Austrália usando maletas especiais com a drogas escondidas no forro. Segundo as autoridades, toda a cocaína se destinava para o lucrativo mercado de drogas de Gold Coast, em Queesland.

A rede sofisticada de tráfico foi desmantelada depois de uma investigação de 15 meses realizada pelos detetives de Queensland, pela alfândega, pela polícia federal e pela Comissão de Crimes da Austrália. A polícia espera engajar instituições de ensino que são cientes do problema a impedir que estudantes brasileiros sejam recrutados para ser mulas do tráfico.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência