Sete cristãos egípcios são achados mortos a tiros em praia da Líbia

Vítimas foram sequestradas de seus apartamentos

Por O Dia

Trípoli - Sete cristãos egípcios foram encontrados mortos à bala em uma praia no leste da Líbia, depois de terem sido sequestrados de seus apartamentos, disseram autoridades do setor de segurança e moradores locais. Foi a segunda execução desse tipo este ano.

Três anos depois da revolução que derrubou Muammar Gaddafi, o fraco governo e Exército da Líbia estão lutando para impor a autoridade do Estado e controlar brigadas de ex-rebeldes e milícias islamistas em um país inundado por armas.

Um policial disse à Reuters que os corpos foram achados com tiros na cabeça, nos arredores de Benghazi, leste do país, onde assassinatos, sequestros e carros-bomba são comuns e os militantes armados islâmicos estão ativos.

"Eles provavelmente foram mortos com tiros na cabeça no estilo de execução", disse um agente da polícia. "Não sabemos quem os matou."

Moradores locais e um trabalhador egípcio, que não quiseram se identificar por temerem pôr em risco sua segurança, disseram que homens armados desconhecidos chegaram ao edifício onde os egípcios moravam e os arrastaram para fora, depois de baterem de porta em porta e perguntarem aos residentes se eram cristãos ou muçulmanos.

Fontes do setor de segurança confirmaram que os egípcios mortos eram cristãos. Segundo um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do Egito, os homens sequestraram oito egípcios, mas um conseguiu escapar.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência