Por tamara.coimbra

Nicarágua - O terremoto de magnitude 6,4 na escala aberta de Richter que sacudiu na madrugada deste domingo o litoral Pacífico da Nicarágua sem causar vítimas foi seguido por cinco fortes réplicas que causaram alarme entre a população. O primeiro sismo foi registrado às 3h37 (hora local, 6h37 de Brasília) e seu epicentro se localizou em alto-mar, 41 quilômetros ao sudoeste do balneário Boca del Padre Ramos, na cidade de El Viejo, província de Chinandega, no oceano Pacífico, detalhou o Instituto Nicaraguense de Estudos Territoriais (Ineter) em comunicado.

O sismólogo do Ineter, Allan Morales, afirmou que o movimento telúrico aconteceu a uma profundidade de 63,5 quilômetros e explicou que foi causado pelo choque entre as placas Cocos e Caribe, sem produzir nenhum tipo de dano material ou humano. O segundo foi uma réplica no mesmo epicentro com magnitude 5,5 e profundidade de 61,5 quilômetros, apenas quatro minutos depois do primeiro.

Posteriormente às 4h (7h de Brasília) a sacudida alcançou magnitude 4,1 e uma profundidade de 19,5 quilômetros, seguida 16 minutos depois por outra de magnitude 4 e 69,7 quilômetros de profundidade. Meia hora depois a terra voltou a tremer forte com uma réplica de 5,1 de magnitude e a uma profundidade de 11,2 quilômetros, enquanto às 6h12 (9h12) alcançou a magnitude de 4,1 Richter a uma profundidade de 14,8 quilômetros, sempre no mesmo epicentro.

Outros 18 sismos na mesma área, inferiores à magnitude 4, foram detectados pelo Ineter, segundo seu último boletim digital. Os fortes tremores tiraram a população da cama em algumas regiões do país, mas a Defesa Civil assinalou que até o momento não foram informados vítimas nem danos e também não houve alerta de tsunami.

Você pode gostar