Maduro diz que protestos lhe deram mais força para seguir trabalhando

'Se eles acham que iam nos deter estão bem loucos, isso só nos dá mais força para trabalhar por este povo' disse o presidente venezuelano

Por O Dia

Caracas - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta segunda-feira que os protestos contra seu Governo deram mais força para seguir trabalhando e que já conseguiu derrotar os supostos planos da oposição para dar um golpe de Estado.

"Respondemos ao golpe terrorista, às ações terroristas com mais trabalho. Se eles acham que iam nos deter estão bem loucos, isso só nos dá mais força para trabalhar por este povo", disse Maduro durante um ato de graduação de médicos comunitários.

Em discurso transmitido em rede obrigatória de rádio e televisão, o líder sustentou que seu Governo enfrentou e "neutralizou" o suposto golpe de Estado. "Se equivocaram conosco os que achavam que íamos nos comportar como loucos. Enfrentamos o golpe de Estado, neutralizamos (...), e esse golpe terrorista já foi derrotado", assinalou.

O presidente venezuelano Nicolás MaduroEfe

Maduro insistiu em denunciar que os protestos que há um mês ocorrem em diferentes pontos do país buscam desestabilizar a Venezuela para tirá-lo do poder e anunciou que seu Governo prepara um documentário "em todos os idiomas" para levar ao mundo sua versão sobre os fatos.

A Venezuela enfrenta há um mês um clima de protestos que aprofundaram a já tradicional polarização de sua sociedade e que em alguns casos se tornaram violentos, com um saldo de pelo menos 21mortos e centenas de feridos. As manifestações opositoras ocorrem diariamente desde 12 de fevereiro sob diversas reivindicações, e entre os mortos há ativistas de ambos os grupos e agentes de organismos de segurança.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência