Por clarissa.sardenberg

Rússia - As autoridades da Rússia bloquearam o acesso a várias páginas eletrônicas da oposição não parlamentar "por convocações de atividades ilegais", segundo a Agência de Controle de Meios de Comunicação e Tecnologias da Informação (Roskomnadzor, em russo). A agência ordenou o bloqueio aos maiores provedores de internet na Rússia.

Segundo o as autoridades, as páginas bloqueadas "contém chamadas de atividades ilegais e participação em ações públicas com violação da ordem". Além disso, a Roskomnadzor fechou o acesso ao blog do líder opositor Alexei Navalni, que se encontra sob prisão domiciliar e está impedido de usar telefones e se conectar a internet. No entanto, ainda estão disponíveis suas páginas no Facebook e na maior rede social russa (Vkontakte), controladas pelo Fundo de Luta contra a Corrupção, criado por Navalni.

As últimas medidas da agência chegam pouco antes de um protesto contra o Kremlin em Moscou, convocado por causa da intervenção russa na rebelde república ucraniana da Crimeia. Em primeiro de fevereiro, entrou em vigor na Rússia chamada "lei de Lugovoi", que permite o bloqueio do acesso a páginas na internet por chamadas ao extremismo sem decisão judicial.

Você pode gostar