Por thiago.antunes

Rio - A tecnologia dos telefones celulares é a nova aliada no controle do ciclo menstrual para as mulheres. Através de um aplicativo gratuito, já é possível prever os dias da ovulação, o chamado período fértil. Espécie de ‘tabelinha turbinada’, portanto, a ferramenta é útil para a usuária que deseja engravidar ou, ao contrário, adiar a maternidade.

O aplicativo, chamado ‘Period Tracker Lite (‘Rastreador de Período’, em português) coleciona avaliações positivas de quem já o experimentou. A usuária marca num calendário o começo e o fim da menstruação. A partir daí, ao longo dos três primeiros meses de uso, o próprio sistema faz uma média e calcula o próximo período em que a mulher vai estar menstruada.

Fernanda%2C 24%2C controla o ciclo pelo aplicativoDivulgação

Apesar das vantagens, é preciso cautela. Segundo o chefe de Ginecologia do Hospital São Vicente de Paulo, Marco Antônio Gouvêa, a ideia é interessante mas nem todas as mulheres podem se basear no calendário. “Problemas de saúde, como miomas, desregulam o ciclo, o que torna o aplicativo falho. Ele é bom, por exemplo, para quem não toma pílula”, explica o médico, que descobriu a invenção através de pacientes.

Relações sexuais e TPM

Programa mostra datas da próxima menstrução e quando é possível ser afetada pela TPM Reprodução

A usuária do aplicativo ainda pode anotar o dia em que teve relações sexuais. As oscilações de humor e os sintomas da TPM, com seus graus de intensidade, têm lugar especial no diário. Há ainda áreas para controle de peso e monitoramento de temperatura.

Fernanda de Moura Borges, 24 anos, descobriu o aplicativo por intermédio da irmã, e logo adotou a ferramenta para acompanhar seus fluxos hormonais. “Não tomo remédios contraceptivos e acabo perdendo a noção dos dias. Gostei, porque é adaptado à vida que a gente leva e porque me conheço mais”, diz ela, que é professora de Biologia. A jovem conta que na hora de conversar com a ginecologista, usa as informações salvas no celular.

Uma caixa de remédios virtual

Outro aplicativo gratuito ligado à saúde é o ‘Caixa de Remédios’. Criado por brasileiros, alerta sobre horários de tomar medicações e ainda disponibiliza informações sobre elas. De acordo com um dos criadores, o médico farmacologista Antônio Carlos Zanini,o sistema é ideal para quem precisa ingerir vários remédios ou controla o tratamento de dependentes.

“É possível criar diferentes perfis em um mesmo aparelho. Tanto o paciente quanto a pessoa que controla recebem alertas,” explica o pesquisador. O celular ainda escaneia o código de barras do produto e detalha sua fórmula, alerta se pode ser usado por grávidas ou se existem interações com determinados alimentos.

Você pode gostar