Por clarissa.sardenberg

Arábia Saudita - Eisha era uma mendiga conhecida na cidade de Jeddah, na Arábia Saudita. A senhora de 100 anos, que começou a pedir esmolas ainda criança, com a mãe e a irmã, morreu, e, para surpresa das autoridades locais, deixou uma herança avaliada em 800 mil dólaores (cerca de R$ 1,8 milhão), em moedas de ouro, joias, e até imóveis, incluindo quatro edifícios na cidade, segundo a imprensa local.

Apenas um amigo de infância da mulher sabia do caso. Ahmed Al-Saeedi ajudava Eisha a administrar os bens. Segundo ele, a senhora acumulou boa parte da fortuna durante o tempo em que mendigava com a mãe e a irmã, que já morreram. "As pessoas se solidarizavam com elas. E elas acabavam recebendo muitas doações, especialmente durante o Eid (feriado religioso muçulmano)", contou.

Mendiga saudita deixa herança milionáriaReprodução Internet

Saeed diz que várias vezez pediu a Eisha que parasse de mendigar, mas ela se recusava. "Eu pedia para ela desistir de pedir esmolas, já que ela tinha muito dinheiro, mas ela sempre se recusava, dizendo que estava se preparando para tempos difíceis."

Moradores dos prédios da mendiga milionária dizem que ela nunca lhes cobrou aluguel. Toda a fortuna de Eisha, incluindo os imóveis, está agora em posse das autoridades.

Você pode gostar