Tanques russos atacam base ucraniana na Crimeia

Pelo menos seis blindados russos participam do ataque

Por O Dia

Rio - Tropas russas invadiram e atacaram uma base militar na Ucrania com tanques de guerra na cidade de Belbek, na Crimeia, após ter dado um ultimato aos comandantes dessa unidade para que entregassem o quartel ou mudassem de lado no conflito, neste sábado.

Veículo militar supostamente russo%2C é visto em frente a entrada da base aérea de Belbek%2C na CrimeiaReuters


Pelo menos seis blindados russos participam do ataque, durante o qual foram ouvidos disparos e pelo menos um jornalista ficou ferido, segundo várias fontes citadas pelo jornal ucraniano "Ukrainskaya Pravda".

O canal "5" da televisão ucraniana informou que a base foi atacada com granadas por membros das chamadas autodefesas da Crimeia, às quais o autoproclamado governo da península, incorporada à Rússia, deu status de unidades militares.

Pouco antes, o porta-voz do Ministério da Defesa ucraniano na Crimeia, Vladislav Selezniov, informou em sua página do Facebook sobre o ultimato ao pessoal da base aérea para que entregassem as instalações.

Há quase dez dias, Mamchur advertiu aos altos comandantes militares do país que "caso que não fossem tomadas as correspondentes decisões", sua unidade se veria obrigada "a atuar de acordo com o Código das Forças Armadas da Ucrânia até o extremo de abrir fogo".

Homens armados que estariam a serviço da Rússia se protegem atrás de veículo blindado enquanto tomavam a base ucraniana de Belbek neste sábadoReuters


Manifestantes

Em outra cidade, Novofedorivka, no oeste da península da Crimeia, cerca de 200 manifestantes pró-russos invadiram uma base aérea ucraniana, onde hastearam a bandeira da Marinha russa.

A multidão, que aparentemente não tinha armas, entrou na base e quebrou janelas, enquanto os militares ucranianos se mantinham entrincheirados nos edifícios, jogando bombas de gás lacrimogêneo nos invasores.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência