Ataque contra pensão usada por estrangeiros em Cabul mata sete pessoas

Menina de dez anos está entre as vítimas do ataque. Um motorista e os quatro atiradores também morreram

Por O Dia

Cabul - Ao todo sete pessoas, entre elas uma menina de dez anos, morreram nesta sexta-feira em um ataque suicida contra uma hospedaria de uma ONG estrangeira em Cabul, no quarto ataque contra estrangeiros na capital afegã desde o início do ano, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

O ataque começou quando um terrorista suicida explodiu as bombas que estavam em seu veículo em frente à pensão da ONG americana "Root of Peace" no oeste da capital afegã, disse um chefe de polícia de Cabul, Gül Agha Ashemi. Em seguida, outros quatro homens abriram fogo e começou um confronto com as forças de segurança que durou várias horas, de acordo com a fonte.

Entre os mortos estão, além da menina e do suicida, um motorista e os quatro atiradores, além disso, quatro guardas de segurança do estabelecimento ficaram feridos. Vinte estrangeiros, entre eles várias crianças, foram retirados do edifício pelas forças de segurança.

Os talibãs se responsabilizaram pelo ataque por meio de um comunicado de um de seus porta-vozes, Zabihulá Mujahid, que disse que "um grupo de suicidas detonou os explosivos de seu veículo em frente de uma pensão que os estrangeiros usavam como igreja".

O novo ataque em Cabul acontece a oito dias das eleições gerais do Afeganistão, em 5 de abril, e depois de os talibãs anunciarem ações armadas contra sedes eleitorais e forças de segurança. Nos últimos meses, aumentaram os ataques talibãs em Cabul, especialmente contra alvos estrangeiros.

Pelo menos cinco atiradores e dois policiais morreram na terça-feira em outro ataque talibã, contra o escritório da Comissão Eleitoral Independente em Cabul. Este é o último ano com a presença de tropas da Otan no Afeganistão, de acordo com um calendário de retirada gradual que terminará em dezembro, quando as forças locais assumirão a segurança em todo o território.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência