Escultor de fachada da basílica da Sagrada Família morre em Barcelona

Artista de 87 anos era um dos mais respeitados no mundo todo e lutava contra doença neurodegenerativa

Por O Dia

Espanha - O escultor, pintor, gravurista e cenógrafo espanhol Josep Maria Subirachs, responsável pela fachada da Paixão da basílica da Sagrada Família de Barcelona, morreu aos 87 anos nesta mesma cidade do nordeste da Espanha, informou nesta terça-feira a filha do artista.

Sagrada Família é cartão-postal de BarcelonaReprodução Internet

Segundo a fonte, Subirachs, que há anos lutava contra uma doença neurodegenerativa, morreu na noite de ontem. Nascido em Barcelona no dia 11 de março de 1927, Josep Maria Subirachs era um dos artistas espanhóis mais respeitados e de maior prestígio, tanto no âmbito nacional como internacional.

Sua primeira etapa artística esteve marcada pela estética mediterrânea e, mais tarde, se inspirou nas linhas helicoidais da obra de Antoni Gaudí, a quem rendeu uma homenagem com algumas das obras realizadas no início da década de 50.

Em 1986, Subirachs foi contratado para realizar com total liberdade de estilo o conjunto de esculturas da fachada da Paixão da Sagrada Família, que completou entre os anos 1987 e 2005. Para concluir a obra, o artista chegou a morar em uma casa adaptada no interior da basílica. As linhas modernas e mais contemporâneas do estilo de Subirachs contrastam com o realismo das esculturas projetadas por Gaudí na Fachada do Nascimento, fato que envolve certa polêmica até os dias de hoje.

Medalha de Ouro de Mérito das Belas Artes, concedida pelo Ministério espanhol de Cultura em 1998, Subirachs também era Cavaleiro da Ordem de Artes e Letras da França (1986), enquanto sua obra foi objeto de múltiplas exposições no mundo todo.

Josep Maria Subirachs era um dos artistas mais respeitados no mundoReprodução Internet


Últimas de _legado_Mundo e Ciência