Morte de Peaches Geldof será esclarecida através de autópsia

'Nossos agentes estão trabalhando para estabelecer as circunstâncias ada morte e, posteriormente, elaborarão um relatório para o médico legista', disse um porta-voz da polícia de Kent

Por O Dia

Londres - Um médico patologista do Ministério do Interior do Reino Unido realizará uma autópsia amanhã para determinar as causas exatas da morte da modelo e apresentadora britânica Peaches Geldof, cujo corpo foi encontrado em seu apartamento na tarde de segunda-feira.

Em sua versão online, o jornal "The Guardian" informou nesta terça-feira que o exame legista será realizado no hospital Darent Valley de Dartford, situado próximo à residência de Peaches em Wrotham, no condado de Kent, no sudeste de Londres.

Os resultados da autópsia, que podem demorar algumas semanas para serem concluídos, servirão para determinar os rumos da investigação sobre sua morte, que, por enquanto, está sendo tratada como "súbita", "inexplicável" e "sem suspeitas".

"Nossos agentes estão trabalhando para estabelecer as circunstâncias (da morte) e, posteriormente, elaborarão um relatório para o médico legista", disse nesta terça-feira um porta-voz da polícia de Kent. Peaches, de 25 anos, era casada com o músico britânico Thomas Cohen, vocalista da banda S.C.U.M e com quem tinha dois filhos, Astala e Phaedra.

A mãe de Peaches, a apresentadora de televisão Paula Yates, morreu em conseqüência de uma overdose em setembro de 2000, quando Peaches tinha apenas 11 anos. De acordo com o tablóide "Daily Mirror", a polícia não encontrou vestígios de drogas no apartamento de Peaches e nem sinais de violência em seu corpo ou alguma nota de suicídio.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência