Otan alerta Rússia sobre 'graves consequências' por intervir na Ucrânia

Governo ucraniano diz que invasão em prédios públicos no leste do país é semelhante ao que ocorreu na Crimeia

Por O Dia

França - O secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, alertou a Rússia nesta terça-feira que se o país voltar a violar o leste da Ucrânia haverá "consequências graves" para sua relação com a aliança.

"Se a Rússia for intervir mais na Ucrânia será um erro histórico", disse Rasmussen em entrevista coletiva em Paris. "Isso teria graves consequências para nossa relação com a Rússia e isolaria ainda mais a Rússia internacionalmente."

A polícia prendeu durante a noite 70 pessoas que ocupavam um prédio do governo regional em uma cidade do leste da Ucrânia, mas manifestantes pró-Moscou se mantiveram firmes em outras duas cidades, no que Kiev afirma ser um plano liderado pela Rússia para desmembrar o país.

O governo da Ucrânia afirma que a invasão de prédios públicos no leste ucraniano, coração industrial do país e onde a maioria da população é russófona, repete os acontecimentos na Crimeia, uma península no mar Negro que foi anexada por Moscou no mês passado.

Homem mascarado das forças especiais da Ucrânia guarda prédio do governo invadido por 'separatistas'Reuters


Últimas de _legado_Mundo e Ciência