Por clarissa.sardenberg

França - Um padre de 40 anos foi indiciado e preso nesta quarta-feira acusado pela Justiça de bárbarie, tortura e estupro de três mulheres na França. As vítimas eram professoras em uma escola católica particular na periferia de Paris. O homem teria tirado proveito de sua posição de sacerdote para abusar das mulheres, submetendo-as a sessões de exorcismo. O ritual incluía objetos cortantes como tesouras, segundo a imprensa local.

O religioso afirma que as vítimas consentiram o ato. A promotoria de Versalhes disse que não iria divulgar mais detalhes sobre o caso em respeito às mulheres.

O acusado é membro de uma comunidade ligada à extrema-direita, a Fraternidade São Pio X, e ex-diretor de um colégio de Goussonville, nas proximidades de Paris. Os casos de estupro aconteceram em 2010. O sacerdote teria as vítimas a atos de violência e humilhação.

Você pode gostar