Por clarissa.sardenberg

Rússia - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou nesta sexta-feira que seu país garante o pleno cumprimento de suas obrigações com os consumidores europeus de gás, mas advertiu que isso depende do trânsito do combustível pelo território da Ucrânia.

"Claro, garantimos o cumprimento pleno de todas as obrigações com os nossos consumidores europeus. O problema não está em nós, mas em que se garanta o trânsito (do gás) através da Ucrânia", disse Putin em reunião do Conselho de Segurança da Rússia, citado pelas agências locais.

Através da rede de gasodutos da Ucrânia transita quase a metade do gás que a Rússia exporta para os países europeus. O chefe do Kremlin destacou que a Rússia não planeja fechar a torneira do gás para a Ucrânia, mas lembrou que, segundo os contratos vigentes, a russa Gazprom tem direito, e assim recomendou o governo, a cobrar antecipadamente.

Putin explicou que, em maio próximo, a Ucrânia receberá só o volume de gás que pagar no mês. Segundo a Rússia, a Ucrânia tem uma dívida com a Gazprom de US$ 2,2 bilhões.

Putin diz que garante cumprimento pleno de todas as obrigações com os nossos consumidores europeusEFE


Você pode gostar