Por julia.sorella

Estados Unidos - Autoridades disseram que uma americana acusada de matar seis bebês que ela deu à luz durante dez anos relatou aos investigadores que estrangulou ou sufocou as crianças e as colocou em caixas em sua garagem.

De acordo com uma declaração divulgada pela polícia nesta segunda-feira, Megan Huntsman afirmou que, entre 1996 e 2006, deu à luz ao menos sete bebês em sua casa e que todos, menos um, nasceram com vida. Huntsman, 39, relatou que os matou imediatamente depois do nascimento. De acordo com a declaração, cada bebê foi embrulhado em uma toalha ou camisa e colocado em uma sacola plástica.

Huntsman está sendo mantida presa sob uma fiança de US$ 6 milhões — US$ 1 milhão, aproximadamente R$ 13 milhões e R$ 2,2 milhões, por cada bebê que é acusada de matar. Ainda não está claro se ela tem um advogado.

Megan HuntsmanReuters / Polícia de Utah

A americana foi presa no domingo sob seis acusações de assassinato depois de a polícia encontrar os restos mortais dos bebês. Um sétimo bebê encontrado parece ter nascido morto, disse que procurador do condado de Utah, Jeffrey Buhman.

Huntsman ainda não foi indiciada, e nenhuma outra prisão foi feita, mas Buhman afirmou que a investigação continua aberta. Os investigadores tentam determinar se os sete bebês eram do mesmo pai ou de pais diferentes, afirmou.

O caso macabro levantou uma série de questões sobre como os assassinatos aconteceram apesar de Huntsman levar uma vida que, segundo os vizinhos, parecia normal.

A garagem da casa de Megan Huntsman%2C em Pleasant Grove%2C UtahReuters

Darren West, o marido distante da americana, encontrou o primeiro corpo enquanto limpava a garagem depois de sair recentemente da prisão. Ele havia sido preso por acusações relacionadas a narcóticos. Autoridades não acreditam que ele estivesse ciente dos assassinatos e por isso não está sob investigação.

O capitão de polícia Michael Roberts disse que os oficiais responderam a um chamado sobre um bebê morto no sábado e então encontraram os outros seis corpos. Huntsman também tem três filhas — uma adolescente e as outras duas jovens adultas — que viviam na casa.

Você pode gostar