Por tabata.uchoa

Ucrânia - Presidente em exercício da Ucrânia, Oleksander Turchinov deu prazo até hoje para os rebeldes pró-Rússia, que ocupam prédios públicos em Slaviansk, deponham suas armas. Segundo ele, as Forças Armadas estão prontas para lançar uma operação contra o terrorismo de “grande escala” para combater os militantes separatistas, elevando o risco de um confronto militar com Moscou.

Turchinov acusa a Rússia, que se opôs ao levante que forçou a saída do poder do ex-presidente ucraniano Viktor Yanukovich, de estar por trás da série de levantes nas cidades, cujo idioma que falam é o russo: “O agressor não parou e segue disseminando desordem no leste do país.”

Conflitos deixam pró-governistas feridos em Slaviansk EFE / EPA / Zurab Kurtsikidze


Você pode gostar