Obama expressa 'apoio total' a Poroshenko em unificação da Ucrânia

Por telefone, o presidente dos EUA disse apoiar o novo líder ucraniano e seu trabalho para 'levar o país adiante'

Por O Dia

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, conversou nesta terça-feira por telefone com o presidente eleito da Ucrânia, Petro Poroshenko, para parabenizá-lo por sua vitória nas eleições de domingo e oferecer o "apoio total de Washington em seu trabalho para unificar e levar o país adiante".

"O presidente frisou a importância de se aplicar rapidamente as reformas necessárias para que a Ucrânia pacifique o país e desenvolva uma economia sustentável, um clima de investimentoatrativo e um governo transparente e responsável, que responda às aspirações de todos os ucranianos", disse a Casa Branca em um comunicado.

Petro Poroshenko%2Cnovo presidente da Ucrânia Reuters

Além disso, reiterou que os Estados Unidos "continuarão ajudando a Ucrânia nestes objetivos". Por último, ambos os líderes "concordaram em continuar sua conversa durante a próxima viagem do presidente Obama para a Europa", que o levará na próxima semana para Polônia, França e Bélgica.

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, destacou nesta segunda-feira em uma nota a alta participação e a "clara mensagem" expressada pelos cidadãos na Ucrânia. O magnata Poroshenko venceu as eleições com mais de 54% dos votos. Poroshenko foi o principal incentivador do Maidan, movimento de protesto pacífico que originou violentos distúrbios e levou em fevereiro à queda do presidente pró-Rússia Viktor Yanukovich.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência