Homem é atropelado e morto pela filha embriagada ao tentar impedi-la de dirigir

Alterada pelo álcool, mulher se desentendeu com a família e pai queria convencê-la a permanecer em casa

Por O Dia

Estados Unidos - Um homem foi atropelado e morto pela filha após tentar impedir que ela dirigisse embriagada em Riverside, no Sul da Califórnia. Soukvilay Barton, de 37 anos, deu ré na garagem de casa e atingiu seu pai Bounmy Rajsombath, de 69 anos, que foi levado ao hospital, mas não resistiu.

De acordo com testemunhas, a mulher havia bebido muito e estava visivelmente alterada, tendo inclusive discutido com familiares. Motivada pelo desentendimento, Soukvilay tentou sair de casa e o pai foi atrás, tentando convencê-la a não dirigir.

Mulher acabou atropelando e matando o pai ao sair da garagem de casa com o carro Reprodução Internet

Ao sair com o carro da garagem em meio a confusão, Soukvilay acabou atingindo o pai. Vizinhos contam que a mulher deixou o veículo e sentou na calçada chorando muito quando percebeu o que havia acontecido. Rajsombath foi encaminhado para o hospital mais próximo, mas foi declarado morto assim que chegou ao local.

A polícia deteve Soukvilay por suspeita de dirigir embriagada e homicídio culposo sob fiança de US$ 75 mil.

A história da família Rajsombath nos EUA começou quando Bounmy fugiu da Tailândia em meio à Guerra do Vietnã, em 1979. Na época, ele era um oficial de alto escalão do Departamento de Defesa do Laos e era perseguido por comunistas. Ao fugir do país começou uma vida simples, como encanador.

Soukvilay estava dirigindo BMW quando atropelou o pai Reprodução Internet


Últimas de _legado_Mundo e Ciência