Juan Manuel Santos é reeleito em disputa acirrada

Atual presidente da Colômbia supera o adversário, Óscar Iván Zuluaga, com pouco mais de 50% dos votos

Por O Dia

Bogotá - O atual presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, foi reeleito, ontem, no segundo turno das eleições presidenciais. Ele superou, numa disputa apertada, Óscar Iván Zuluaga. Com quase 100% das urnas apuradas até as 21h, Santos recebeu 7.811.732 de votos (50,94%); já Óscar Iván Zuluaga obteve 6.903.185 (45,01%) de votos.

No primeiro turno, em 25 de maio, o ex-ministro Zuluaga (Centro Democrático) ficou em primeiro lugar, com 29,21% dos votos, superando Santos (União Nacional), que conseguiu apenas 25,45%. Zuluaga recebeu apoio do senador e ex-presidente Álvaro Uribe, um dos homens mais influentes e poderosos da Colômbia.

Presidente colombiano foi reeleito com margem apertadaReuters

Juan Manuel Santos, 62 anos, se apresentou como candidato da coalizão União Nacional com a bandeira da paz e a promessa de chegar a um acordo para o fim do conflito com os grupos guerrilheiros. Óscar Iván Zuluaga, 55, defendeu um recrudescimento das condições para seguir a negociação com a guerrilha.

Em 2010, quando foi eleito pela primeira vez, Juan Manuel Santos teve Uribe como padrinho político e venceu a eleição presidencial com quase 70% dos votos. Mas os dois se transformaram em adversários políticos após quatro anos de mandato: Uribe passou a acusá-lo de traição, criou o partido Centro Democrático e ofereceu apoiou a Óscar Iván Zuluaga.

Os colégios eleitorais da Colômbia abriram ontem às 8h locais (10h de Brasília) para o segundo turno das eleições presidenciais. Durante oito horas — até as 16h locais (18h de Brasília) — mais de 32 milhões depositaram seus votos em quase 90 mil mesas distribuídas em 10 mil postos de votação em todo o país.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência