Saiba como bloquear os vídeos que estão tomando conta do Facebook

Dica para impedir o carregamento automático de vídeos vale para usuários do navegador Chrome, do Google

Por O Dia

Rio - Os usuários do Facebook notaram que há alguns dias o número de vídeos compartilhados aumentou muito e que esses vídeos são começam a tocar automaticamente no Feed de Notícias. É verdade que ao descer a tela, o vídeo para de tocar também de forma automática, mas para alguns (meu caso) isso não compensa a impressão de que o vídeo está sendo empurrado goela abaixo.

Para você, amigo "Facer" que não gostou dessa nova aporrinhação sutil do vídeo automático — tipo de coisinha miúda que faz a gente deixar de ir com tanta frequência a um site, às vezes sem perceber —, o site Gizmag oferece uma dica preciosa de como desativar os vídeos no Facebook.

A bem da verdade, havia essa opção de não carregar os vídeos automaticamente na preferências do Facebook, mas ele desapareceu misteriosamente. A solução existe e é simples, mas está escondida e vale para usuários do Chrome. Vamos ao passo a passo:

1. Abra uma nova janela no Chrome e cole o seguinte endereço:chrome://settings/contentExceptions#plugins

2. No campo "Padrão de nome de Host", à esquerda, escreva [*.] facebook.com

3. No campo "Comportamento", à direita, selecione "Bloquear"

Prontinho. Os vídeos não serão mais carregados automaticamente no Feed de Notícias — que alguns chamam de Time Line, que é o equivalente no Twitter. Se quiser simplificar ainda mais e se livrar de todos os vídeos, no Chrome, vá em Configurações / Configurações de Conteúdo / Plug-ins e selecione "Bloquear Tudo".

O navegador Google Chrome tem opção para bloquear o carregamento automático de vídeos%2C inclusive no FacebookReprodução Internet


ANÚNCIOS EM VÍDEO NO FACEBOOK ?

Mas por que os vídeos começaram a tocar sozinhos de uma hora para outra no Facebook? Para mim, é um sinal claro que de em breve os vídeos serão precedidos por um anúncio, como já acontece no YouTube. Quer ver um vídeo divertido de graça? Claro, fique à vontade, mas antes, cinco segundos de nossos patrocinadores!

No fim das contas, Zuckerberg e sua turma precisam "monetizar" a rede social, forma empolada de dizer ganhar dinheiro. Como o YouTube é propriedade do Google, criador do Chrome e rival das redes sociais no bilionário mercado de publicidade online, faz sentido que o navegador permita bloquear a execução automática de vídeos.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência